Para brasileiros, o desejo de viajar supera a vontade de encontrar o verdadeiro amor

Se gostou compartilhe!

Pesquisa da Booking.com revelou ainda que metade dos viajantes escolheriam uma viagem a uma promoção no trabalho

Com boa parte de nossas vidas em suspenso, estamos há meses sonhando com as próximas férias. Pensando nisso, a Booking.com realizou uma pesquisa* para descobrir do que mais os viajantes sentem saudade e o que eles estão dispostos a abrir mão para voltar a viajar. 

Questionados sobre o que preferem vivenciar neste ano, quase 3 em cada 4 (74%) viajantes do país disseram que preferem viajar a encontrar o verdadeiro amor – empatados com os italianos, os brasileiros são a 6ª nacionalidade (das 28 consultadas) que mais prioriza viagens a encontrar alguém especial. Além disso, 62% dos entrevistados, no Brasil, preferem fazer uma viagem em vez de comprar um carro. 

Mas, o amor pelas viagens não termina por aí. Metade dos brasileiros (51%) dizem que escolheriam uma viagem em vez de uma promoção no trabalho, enquanto 59% escolheriam viajar em vez de sair para jantar com a família toda, mesmo após meses de interação limitada com os familiares e entes queridos.  

Eu (Ariane) ainda sou do time das românticas: arrumo um amor e viajo com ele. Prefiro subir de cargo no trabalho e jantar com minha família! Gente, tem que ter carro, como que anda de avião e depois fica a pé!? Mas que eu estou ‘vivendo de vontade’ de viajar, isso eu tô. Uma das viagens mais legais que já fiz, solteira, foi para Capitólio – MG, com a  Jou, minha dupla aqui do Segura. Era carnaval, todo mundo com uma super viagem programada, e a gente em Ribeirão Preto, ‘descalças’ (sem nada e nem ninguém, abandonadas). A Jousy tinha um celta, modelo bolinha, o carro tinha até nome – Bart. Ele nos levava pra cima e pra baixo. Olhamos na internet e o destino escolhido foi Capitólio. Tinha uma outra doida que topou se aventurar, a Juliana (também conhecida como Pandeiro, nem vou explicar o motivo do apelido)…Continuando, chegamos ‘nas Minas Gerais’, sem dinheiro para se hospedar em um hotel. Encontramos um camping no caminho, antes de chegar na cidade. Pronto, já estava quase tudo certo. Só faltava conseguir montar a barraca! Gente, vocês já montaram uma? É muito difícil!

Somos espertas, fizemos amizade com os vizinhos, uma turma enorme da cidade de Batatais. Gentilmente eles montaram a nossa barraca. Posso falar? Nem com manual de instrução conseguiríamos. Enfim, eramos 3 amigas em uma aventura e de repente viramos quinze. Quando vimos já estávamos no meio dessa turma. A verdade é, somos aquarianas, dificilmente vamos ficar sozinhas! Gostamos de aglomerar pessoas, unir tribos, nos encaixamos em todas elas. Nós, literalmente, dançamos conforme a música! Foi um dos melhores carnavais da vida.

No ano seguinte, resolvemos nos programar. A Jou já estava de trelelê com meu ‘cumpadi’, o Lau, hoje marido dela. Fomos até a agência de turismo e fechamos Porto Seguro – BA. Mas e o Lau? Tá bom, ele pode ir com a gente.  Era a primeira vez do FatBoy Slim no Brasil e eu estaria lá para vê-lo. Claro, com minha amiga e Seguradora de Mão e o seu, até então, namorado junto. Graças a Deus que a Fabíola, uma outra amiga, também topou a viagem. Duas semanas depois a Jou descobriu que estava grávida. Ela desistiu da viagem, soltou da minha mão pela primeira vez na vida (trilha sonora de tristeza)! Deu tudo certo, eu embarquei, curti muito e a Jou me deu um sobrinho lindo.

Hoje, nossas viagens são sempre em família, todo mundo junto. Em casal, só eu e meu marido, acho que fizemos apenas duas, contando com a lua de mel. Já tentei viajar só nós dois, em datas comemorativas, mas sempre aparece alguém querendo ir com a gente (risos) e eu adoro!

 

E você? Prefere um grande amor ou viajar por esse mundão afora?

 

*Pesquisa encomendada pela Booking.com e realizada com um grupo de adultos que pretende viajar nos próximos 12 meses. No total, 28.042 entrevistados em 28 países e territórios responderam a uma pesquisa on-line em janeiro de 2021. 

 

 

JÁ SEGUE O SEGURA NO INSTAGRAM?

Deixe uma resposta